QiGong

QiGong Algarve – Sonia Bruce

Todas as informações sobre minhas atividades em apenas um clique abaixo

Aulas e Workshops

 

QiGong é um dos 5 ramos da Medicina Chinesa.

Os outros são Acupuntura, Farmacopéia, Dietética, Massagens.

Praticar o QiGong (QG) ajuda a manter e melhorar a saúde global do “body-mind”. Com o tempo, a prática regular e moderada beneficia a saúde global.

Definição
O ideograma chinês é feito de 2 elementos.
Gong: ambos a própria aprendizagem e alvo mesmo da prática
Qi: energia, “sopro de vida”, vitalidade
As aspas indicam que o conceito oriental não tem o equivalente ocidental.
De fato “vitalidade” da apenas uma ideia incompleta da complexidade original do conceito oriental.

Hiria Ottino, Terapeúta de Medicina Tradicional Chinesa, Antropólogo e Sinólogo, escreve para o Larousse Dicionário de Medicina Chinesa:
« o Qi é a substância prima fundamental, ou simplesmente, o essencial que, pelo impulso de sua energia,
permite todos os organismos animados ou “coisas” inanimadas para existir e se desenvolver nas formas em que ocorrem».

Portanto, QG consiste num trabalho técnico para desenvolver o nível de mestria do Qi.

Prática
Esta inclui principalmente três tipos de exercícios:

  • auto-massagens
  • sequências de movimentos dinâmicos
  • visualizações e meditação

A maioria dos exercícios têm um nome muito colorido ou poético que nos ajuda a visualizar e desenvolver a percepção do Qi movendo-se durante a – e além da – prática.
O fluxo de Qi nunca foi medido nem quantificado pela ciência oficial, mas contudo é concretamente percebido e experimentado durante a prática.
A convergência dinámica do corpo/Jing, da respiração/Qi e do foco mental/Yi, que resulta da prática, cria dentro de nós um estado muito natural percebido como sendo harmonioso e pacífico. Assim nos sentimos mais como um, dentro de nos e com o mundo ao nosso redor.

A transformação ocorrendo através da prática regular

permite um processo re-criativo contínuo do Ser Interior.

 

Benefícios
Os movimentos lentos, ondulantes e fluidos do QG ajudam o “body-mind” para relaxar, aumentando, assim, ambos a nossa força e o nosso foco.
A prática permeia cada vez mais nossa vida diária, melhorando a nosso resistência ao stress, o nosso sentido de equilíbrio, o nosso nível de atividade, a nossa criatividade e nossa alegria interior.

Conclusão
QiGong é uma maneira de criar uma boa “saúde” no sentido mais vasto desta palavra:

  • integração do corpo e da mente
  • alívio e expansão do espírito, Shen, o elemento mais sutil da vida humana que dá profundidade, brilho, intensidade e consciência ao corpo.

Mais suave do que o Tai Ji Quan, o QG é geralmente usado como aquecimento antes da prática de Tai Ji e como relaxamento depois.
Mas por si só, QG é mais valorizado por suas virtudes de cura holística: além dos cursos se encontram médicos terapeutas e clínicas QiGong em todo o mundo.
Por fim, o QG apoia também o nosso crescimento interior: equilíbrio do “body-mind”, auto-conhecimento, meditação, despertar espiritual.